escritas e falares da nossa língua


domingo, março 04, 2007

meiga

"meiga" deriva de "mágica" (nom. com. e adj.). para os galegos, "meiga" (nom. com. fem.) significa "mágica", "feiticeira", "bruxa". este substantivo assumiu, na banda de cá, o papel de adjetivo: é a mulher "doce", "terna", "carinhosa". que não deixa de ser "mágica" e "feiticeira" tamém ("bruxa" é que não).
isto não obsta a que a palavra "meiga" possa ter, em algumas zonas do Entre-Douro-e-Minho, a mesma conotação semântica que na Galiza (ver Comentº de "Unknown").

7 Comments:

  • parabéns

    By Blogger Rodrigo, at 4:11 da tarde  

  • Esqueci as exclamações!!!

    By Blogger Rodrigo, at 4:12 da tarde  

  • é memu isso...sou bruxinha meiga... gostei de saber que sou feiticeira...hihihh....

    By Blogger Bruxinha Meiga, at 7:06 da tarde  

  • As palavras!
    As palavras ocultam ou desvelam.
    Se na Galiza as bruxas conservárom o nome de meigas, não foi por casualidade.
    pois meigo aqui também é usado carinhosamente, mesmo para um bebé.

    Essas mulheres-medicina, xamãs diriam agora, mulheres de poder, cuidárom da gentinha com ervas, palavras e amor, quando pouco mais havia.
    Só foi nestes últimos tempos, que pejorativamente começárom a ter furunchos e espulhas no nariz. E a ser sempre más.
    O que não conseguiu a inquisição espanhola, conseguiu-no a tevê anglo-saxã?

    By Blogger O, at 3:15 da manhã  

  • Adorei isso. Não sabia dessa.
    Vleu!
    Sue

    By Blogger ***Su***, at 11:36 da tarde  

  • Está muito bem a etimologia da palavra. Mas, olhe que no Minho, pelo menos em alguns lugares (Melgaço, p. ex.) dá-se o nome de meigas às bruxas, como bem registou Mestre Leite de Vasconcelos na Etnografia Portuguesa.

    By Blogger Unknown, at 4:50 da tarde  

  • pois é claro que está bem. não tenho o costume de escrever o que não sei ou não confirmo. e, claro, agradeço o seu lembrete sobre o nosso grande José Leite de Vasconcelos, cuja obra tenho o prazer de conhecer em pormenor. infelizmente, de então para cá, muita coisa se perdeu no léxico de Entre-Douro-e-Minho.

    By Blogger josé cunha-oliveira, at 9:58 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home