escritas e falares da nossa língua


quinta-feira, julho 21, 2016

parlapatão (Pt. e Br.)

"parlapatão" (nom. masc.) é o "vaidoso", "mentiroso", "fala-barato", "impostor", "fanfarrão". "intrujão". "embusteiro", "patarata".

terça-feira, junho 28, 2016

flostria (Pt. e Br.)

"flostria" ou "flaustria" (nom.femin.), do francês ant. "folastrie", significa "folgança", "folia", "folguedo", "brincadeira", "pândega", "festança", "farra"; "fanfarronada"; "bravata", "gabarolice".



domingo, junho 05, 2016

pegulho (Pt., Gz. e Br.)

"pegulho" (nom. masc.), do latim peculium é - pelo menos na minha terra é - o amendoim. pode significar ainda, "criança que raciocina como um adulto"; (Gz. e Br.) pecúlio, pé-de-meia, mealheiro, reserva.

terça-feira, maio 10, 2016

mico (Pt., Gz. e Br.)

por "mico" (nom. masc.) entende-se um macaco de porte médio e cauda comprida, sagui; figura grotesca e ridícula; bobo; o diabo.

expressão: "morreu o mico, acabou-se a comédia".

sábado, abril 16, 2016

papo (Br., GB)

"papo" (nom. masc.): "papo", conversa, fala, vem do português ultramarino "papiar", que significa "falar com alguém", "conversar". usa-se no Brasil e na Guiné Bissau, pelo menos. e está no nome da língua crioula "papiamento", muito próximo do português, das ilhas de Aruba, Curaçao e Bonaire, no Caribe holandês.

segunda-feira, abril 04, 2016

emperrar (Pt., Gz. e Br.)

"emperrar" (verb.) significa "tornar perro", "obstar a", "dificultar"; "encravar"; "ficar parado, sem poder ou sem querer mover-se"; "fazer birra"; "obstinar", "teimar".

ferrolho (Pt., Gz. e Br.)

"ferrolho" (nom. masc.) é uma "pequena tranca de ferro ou de aço com que se fecham portas ou janelas", "aldrava"; "trinco", "tranca"; conjunto de peças utilizadas para travar a culatra de algumas armas; "jogo das escondidas"; "tática defensiva usada antigamente no futebol".




quinta-feira, março 24, 2016

laracha (Pt., Gz. e Br.)

"laracha" (nom. fem.) significa "gracejo", "chalaça"; "cavaqueira", "conversa","treta"; "donaire", "graça no falar"; "graça", "piada", "pilhéria"; "troça"; "dito supérfluo mas engraçado", "gracinha". 

palavra bastante comum de uma e de outra banda do Minho.



provavelmente, a palavra deriva de caraterísticas atribuida às gentes de Laracha, Corunha, Galiza.

quinta-feira, março 17, 2016

pundonor (Pt., Gz. e Br.)

"pundonor" (nom. masc.) provém do catalão "punt d'honor". significa "amor próprio", "altivez", "honra", "nobreza"; "recato", "decoro".


domingo, fevereiro 28, 2016

picheleiro (Pt-N., Gz. e Br.)

"picheleiro" (nom. masc.) é "aquele que fabrica objetos de latão ou estanho"; "canalizador", "soldador"; "funileiro".

quarta-feira, fevereiro 10, 2016

lameiro (Pt, Gz. e Br.)

"lameiro" (nom. masc.) é um "prado natural permanente, cujas bordaduras e até interior são ocupados por arbustos"; "terreno húmido onde cresce erva", "terra de cultivo com humidade permanente", "pântano"; "lamaçal", "lameira", "lodeiro", "lamego", "atoleiro".

derreter (Pt., Gz. e Br.)



"derreter" (verb,) significa "passar ou fazer passar ao estado líquido", "liquefazer", "fundir"; "gastar", "consumir", "dissipar" (uma fortuna, por exº); "comover", "enternecer". como gíria de consumidores de ecstasy: "sensação experimentada ao consumir a droga". .como verb pron. ("derreter-se") significa "apaixonar-se", 








segunda-feira, novembro 02, 2015

chuva de molha-tolos (Pt. e Gz.)


pela expressão "chuva de molha-tolos" entende-se uma chuva muito miudinha e persistente. diz-se de "molha-tolos" porque só molha quem anda a ela. e, por isso, também há quem lhe chame "chuva de molha-todos".

variante: "choiva de molha-tolos" (Gz.).







domingo, outubro 25, 2015

estar em maus lençóis (Pt. e Br.)

"estar em maus lençóis" significa "estar numa situação difícil", "estar com um problema complicado", "estar em má situação".

segunda-feira, outubro 05, 2015

chelique ou chilique (Pt. e Br.)

"chilique" (parece que é a forma mais correta) ou "chelique" significa "desmaio", "desfalecimento", "síncope", "fanico"; "ataque nervoso ligeiro". tem habitualmente um sentido pejorativo, trocista. "crise histérica".

segunda-feira, agosto 31, 2015

fazer das tripas coração (Pt., Gz. e Br.)

a expressão "fazer das tripas coração" significa "fazer das fraquezas força"; "dominar-se a fim de resistir à adversidade"; "suportar com paciência dobrada"; "resistir com tenacidade".

domingo, julho 12, 2015

brincar com o fogo (Pt. e Br.)

a expressão "brincar com o fogo" significa "brincar com coisas muito sérias", "tratar descuidadamente ou com leviandade assuntos ou situações muito sérios e perigosos", "lidar de forma irresponsável com o que merece ponderação e sentido de responsabilidade".

domingo, julho 05, 2015

ver-se grego

a expressão "ver-se grego" significa "estar numa situação de solução difícil"; "ter muita dificuldade em..."
ao que parece, a expressão não se refere aos gregos naturais da Grécia, mas sim aos ciganos provenientes da Grécia e às suas peripécias e dificuldades nos países onde eram acolhidos.


(créditos: Ciberdúvidas da Língua Portuguesa)

quarta-feira, maio 27, 2015

baril (Pt. e Gz.)

"baril" (adj.) significa "fixe", "porreiro", "legal" (Br.); "excelente", "muito bom"; "que causa agrado", "que tem qualidades positivas". é um adjetivo mais utilizado nas traduções em legendas de filmes, sendo pouco utilizado na linguagem real, informal ou não.



quarta-feira, maio 20, 2015

ganza (Pt.)

"ganza" (nom. fem.), do sânscrito "ganja"  (cânhamo), através do inglês, é o cigarro de haxixe, o mesmo que charro; é o efeito do respetivo consumo, o mesmo que "moca", "pedrada".




quinta-feira, maio 07, 2015

adular (Pt., Gz. e Br.)

"adular" (verb. tr.) significa "bajular", "louvar ou lisonjear interesseiramente", "gabar de forma servil para obter a simpatia do superior"; "lamber as botas a alguém". 

domingo, maio 03, 2015

homofobia

o neologismo "homofobia" refere-se a uma aversão à homossexualidade e aos homossexuais por parte de alguns heterossexuais. o termo não é inocente, já que parece indicar, pela terminação "fobia", que se tratará de uma doença - o que é uma curiosa inversão de referências, já que até há bem pouco tempo a "doença" era ser-se homossexual.

terça-feira, abril 28, 2015

mariquinhas

"mariquinhas" (nom. masc.; adj. de dois géneros) é o mesmo que "maricas" e "maricão/maricom" (Gz.). significa "homem que faz coisas tidas por próprias de mulher", "homem com comportamento ou traços tidos por femininos"; "homossexual masculino", "mariconço", "larilas", "bicha", paneleiro", "viado" (Br.), boiola (Gz.); "medroso", "medricas", "cagarolas", "cobardolas"; "cachaça" (Br.); "cachimbo para fumar haxixe" (Br.)

domingo, abril 26, 2015

patarata (Pt., Gz. e Br.)

patarata (nom. masc. e fem.) significa "pessoa tola, afetada, pretensiosa ou fútil", "pateta","tolo","embófia" (Pt., Gz. e Br.). 
"aquele que diz mentiras", "mentiroso"; "aquele que alardeia qualidades que não tem"; 
"ostentação ridícula" (Br.). "ridiculez"; demonstração afetada de cortesia" (Gz.)



sexta-feira, março 06, 2015

cascos de rolha

por "Cascos de Rolha" entende-se um "lugar longínquo e indeterminado". o mesmo que "cu de judas" *  e "casa do diabo mais velho"..


* curiosamente, existe em São Miguel, nos Açores, um lugar montanhoso da freguesia de Água Retorta, concelho de Povoação, a que chamam "Cu de Judas"...

segunda-feira, março 02, 2015

sarrabisco (Pt., Gz. e Br.)

"sarrabisco" (nom. masc.) significa "rabisco", "traço ou desenho tosco", "gatafunho".

artimanha (Pt., Gz. e Br.)

"artimanha" (nom. fem.), deriv. de "arte e manha", significa "astúcia", "enredo", "armadilha", "manha ou destreza para fazer alguma coisa"; "artifício", "astúcia dolosa"; "engenho", "estratagema", "endrómina".

segunda-feira, fevereiro 23, 2015

farfalhudo (Pt., Gz. e Br.)

"farfalhudo" ou "farfalhoso" (adj.) significa "vistoso", "pomposo", "garrido", "empolado"; "com enfeites exagerados"; "bombástico"; "campanudo" (i.e., em forma de sino).


terça-feira, fevereiro 10, 2015

espalha-brasas (Pt. e Br.)

"espalha-brasas" (nom. masc.; adj.) significa "estouvado", "desordeiro", "ferrabraz", "espalhafatoso", "bagunceiro", "que faz muito barulho",  

badameco (Pt., Gz. e Br.)

"badameco" (nom. masc.) deriva diretamente do lat. "vade me cum" ("o que vai comigo, criado") e significa "pessoa sem importância", "pessoa desprezível", "palerma", "pessoa desalinhada, descomposta, sem asseio"; (ant.:) "espécie de pasta ou carteira para levar livros ou papeis"; "moço atrevido e desajeitado".

quarta-feira, janeiro 07, 2015

xurdir (Pt. e Gz.)

"xurdir" (verb. intransit.) significa "brotar", "surgir", "aparecer à vista", "nascer"; "recompor-se por completo de uma doença"; "lutar pela vida", "trabalhar sem descanso", "mourejar"; "urdir", "preparar um plano"; "inventar", "criar".


(verbo comum na Galiza e em Trás-os-Montes).

alarido (Pt., Gz. e Br.)

alarido" (nom. masc.) significa "grande barulho"; "confusão de vozes"; "gritaria", "berreiro", "algazarra". "choradeira", "lamúrias"; "clamor de guerra". 
(etimologia controversa, mas provavelmente do árabe).


 

sexta-feira, dezembro 19, 2014

estardalhaço (Pt. e Br.)

"estardalhaço" (nom. masc.) significa "grande barulho", "gritaria para chamar a atenção", "rebuliço", "estrondo", "espalhafato"; "ostentação".

quinta-feira, novembro 13, 2014

mosquitos por cordas (Pt. e Br.)


a expressão "mosquitos por cordas", cuja origem e fundamento são desconhecidos, refere-se a "grande confusão", "pancadaria", "balbúrdia", "bagunça", "tumulto".


exº: "por causa das declarações do presidente, no clube já há mosquitos por cordas".


segunda-feira, novembro 10, 2014

falar com duas pedras na mão (Pt. e Br.)

a expressão "falar com duas pedras na mão" significa falar de modo agressivo, falar de maneira hostil.
por vezes usa-se "falar com quatro pedras na mão" ou "falar com sete pedras na mão". 



sexta-feira, outubro 17, 2014

trazer água no bico

a expressão "trazer água no bico" significa que alguém diz ou faz alguma coisa com segundas intenções; ter intenções escondidas ou propósitos ocultos.

quarta-feira, outubro 15, 2014

andar em bolandas

a expressão "andar em bolandas" significa andar aos baldões, andar aos tombos, andar numa roda-viva, andar de maço para cabaço, andar de um lado para o outro; não ter paragem, peregrinar; ir a trancas e barrancas (Esp.).

segunda-feira, outubro 13, 2014

amouchar (Pt., Gz. e Br.)

"amouchar" significa "agachar-se", "acocorar-se", "encolher-se", "esconder-se"; "dar-se por vencido numa querela ou discussão", "baixar-se em sinal de submissão", "submeter-se"; "deixar-se adormecer"; "ficar doente". "um muro abrir fendas por os cimentos não aguentarem o seu peso". "sentar-se no mocho ou moucho (banco dos réus)".


domingo, outubro 12, 2014

bilro (Pt., Gz. e Br.)

bilro (nom. masc.) é uma espécie de fuso, de madeira ou de metal, com que se faz certo tipo de rendas ou trabalhos em cabelos (Pt., Gz. e Br.). fig: homem pequeno e janota (Br.). gomo, rebento de batata germinada (Gz.)

terça-feira, setembro 23, 2014

algeroz (Pt. e Br.)

algeroz (nom. masc.), do árab. az zarub ("canos de água"), é, originalmente, o cano que levava a água da nora para o tanque; cano que recolhe a água das goteiras do telhado; cano coletor de águas pluviais.


quarta-feira, setembro 17, 2014

arrebol (Pt., Gz. e Br.)

"arrebol" (nom. masc.) é a cor de fogo que se forma nas nuvens na aurora e  no sol-por.


quinta-feira, julho 10, 2014

derreado (Pt., Gz. e Br.)

"derreado" (adj.) significa " vergado ao peso de qualquer coisa", "que não pode endireitar as costas por fadiga ou peso excessivo"; "muito cansado", "extenuado"; "curvado", "dobrado".

segunda-feira, junho 30, 2014

patavina

patavina" (nom. fem.) significa "nada", "coisa nenhuma". em algumas zonas das Beiras (nom. masc.) significa "pateta", "burro", "idiota", "parolo". 
no Brasil usa-se quer no singular ("patavina"), quer no plural ("patavinas").
a palavra deriva da designação do dialeto de Pádua (o patavino), pelos vistos difícil de entender por pessoas de outras regiões de Itália. daí a expressão "não entendi patavina", que significa "não entendi nada".
pela forma masculina, "patavino", designa-se algo que pertence a Pádua, natural de, ou residente em, Pádua.
creio que o facto de os patavinos serem considerados provincianos, campónios, explica a asserção que se encontra em certas regiões das Beiras.

domingo, junho 01, 2014

alcunhas da minha terra

quando vou à terra da minha infância raramente encontro já quem conheça dos meus tempos de escola. mas às vezes acontece encontrar alguém com quem partilhar recordações. e uma das recordações a que dou mais importância - vá lá saber-se porquê - é a das alcunhas. algumas são pessoais, outras de família. umas mais inofensivas, outras menos. umas derivam da profissão dos pais ou de algum avô, outras de caraterísticas pessoais, outras são mais difíceis de lhe se decifrar a origem ou o sentido. aqui vão as alcunhas que consegui recuperar do sótão da minha infância:

Bá lá (vá lá)
Bara e meia (vara e meia)
Bife
Bintóito (vinte oito)
Bogas
Branco
Canário
Canuta
Careca
Carteiro
Cavaco
Chinquilha
Chiribita
Chora
Chulipa
Estragaceiro
Formiga
Fortunata
Fulineiro (funileiro)
Gaio
Gancho
Gatito
Gesta (giesta)
Interesse
Machucho
Maiato (oriundo da Maia)
Manata (magnata)
Môcho
Moleiro
Morròssol (morre ao sol)
Num há dubda (não há dúvida)
Padeiro
Pandeiro
Panão
Pinchas
Pintassilgo
Pirecas
Piruca (peruca)
Pisco
Poeta
Pombo
Presigo
Projeita
Rendão
Rente
Sapato
Seilá (sei lá)
Tenro
Trincaspinhas (trinca-espinhas)

quinta-feira, maio 22, 2014

enxuto (Pt., Gz. e Br.)

"enxuto" (adj.) significa "que já não está molhado", "que não está húmido", "que secou"; "vazio", "não prenhe"; "carne que não é gorda nem magra"; "algo a que foi retirado o excesso", "sem desperdícios"; diz-se do tempo quando não chove;

domingo, abril 27, 2014

peçonha (Pt., Gz. e Br.)

"peçonha", variante gráfica "pezoña" (nom. femin.), é o mesmo que"veneno", "substância líquida venenosa inoculada por certos animais através de mordedura ou picada"; (fig.) "maldade", "má fé", "malícia".


do lat. potionem: "poção", "veneno", "beberagem", "bebida medicinal".

quinta-feira, abril 03, 2014

piada (Pt., Gz. e Br.)

"piada" (nom. fem.) significa "anedota", "graçola", "dito engraçado", "dichote"; "canto das aves"; "cantiga"; "porção de azeitonas que entra de cada vez na vasa do moinho"; "o que enche uma pia ou está dentro dela" (Gz.); "ninhada de frangos" (Gz.).

pandorca (Pt., Gz. e Br.)

"pandorca" (nom. fem.) significa "mulher mal arranjada e porca", "mulher gorda e sem graça"; "pessoa rústica e simples"; "papagaio de papel" (Br.); "música barulhenta e desentoada"; "peixe do mar semelhante à boga, embora maior e mais bruto" (Gz.); (adj.) significa ainda "pessoa lenta e apreguiçada"; diz-se de "besta ou vaca grande e mal feita" (Gz.).

(ver entrada "pandorca", de 02/03/2008).


quarta-feira, abril 02, 2014

peta (Pt., Gz. e Br.)

"peta" (ê, nom. fem.) significa "mentirola", "trapaça", "patranha", "engano"; "balela", "boato"; "sova", "malheira" (Gz.); "mancha no olho do cavalo" (Br.); "espécie de biscoito mandioca" (Br.); "boquete", "felácio", "broche" (Br.); "chupeta" (Br.); "conversa" (Br.).


segunda-feira, março 31, 2014

lambisgoia (Pt. e Br.)

"lambisgoia" (nom. fem.) significa "mulher convencida", "mulher pretensiosa"; "mulher atrevida"; "mulher que tem trato fácil com os homens"; "mulher magra, sem graça e antipática".


sábado, março 29, 2014

macambúzio (Pt. e Br.)

"macambúzio" (adj.) é o mesmo que" melancólico", "tristonho", "mal-humorado", "sorumbático", "embezerrado"; "pensativo", "taciturno"; "carrancudo"; "pessimista"; hipocondríaco".

sábado, março 22, 2014

chover no molhado

a expressão "chover no molhado" significa insistir em assunto ou problema resolvido. tenho visto referir esta frase como uma redundância, o que é um disparate, dado que a expressão nada tem de redundante ou repetitiva.


malhar em ferro frio

a expressão "malhar em ferro frio" significa fazer esforços inúteis, tentar mudar algo que não pode mudar, perder tempo com esforços inúteis.

sopas de cavalo cansado

as "sopas de cavalo cansado" eram uma bebida "tonificante" que se tomava de manhã, feita de bocados de pão embebidos em vinho e açúcar. dava-se sobretudo às crianças e aos trabalhadores braçais. o seu prestígio começou a declinar quando se entendeu que tais "sopas" eram a porta de entrada do alcoolismo.
variante: "sopas de burro canso" (Gz.)

segunda-feira, dezembro 16, 2013

carrachuchas / carrachucho

"andar às carrachuchas" ou "andar ao carrachucho" significa andar sentado nos ombros de alguém ou encavalitado em alguém. o mesmo que "andar às cavalitas".

foto: Blogue "Devagar" (Luísa Black)

domingo, dezembro 15, 2013

galhofa (Pt., Gz. e Br.)

"galhofa" (nom. fem.), do cast. "gallofa", significa:
1 -  "brincadeira", "festa barulhenta", "folguedo"; "gritaria"; "motejo", "gracejo", "escárnio", "zombaria", "risota".
2 -  luta corpo a corpo tradicional de Trás-os-Montes.
3 - comida que se dava de esmola aos pobres; comida que se dava aos peregrinos que vinham de França a Compostela; comida à base de legumes e feijões que se dava aos trabalhadores do campo.

sexta-feira, novembro 22, 2013

reco (Pt. e Gz.)

"reco" (nom. com. masc.) é um porco, em especial o porco jovem, leitão, bácoro. comum no Minho, Trás-os-Montes e Galiza, era o nome que em criança eu ouvia chamar ao porco.

terça-feira, novembro 12, 2013

guapa (Pt., Gz. e Br.)

"guapa" (nom, fem.; adj.) é uma contribuição do castelhano. significa "bela", "linda", "bonita", "formosa". "gira" (inform.); "que tem uma cara linda".

estouvado (Pt..e Br.)

"estouvado" (nom, masc.; adj.) significa "precipitado", "irrefletido", "imprudente", "travesso"; "brincalhão"; "leviano", "irresponsável", "doidivanas"; "estavareda"..

quinta-feira, outubro 31, 2013

atutar (Gz. e Br.)

"atutar" (Gz.) é "tratar por tu"; "aturujar", ou "lançar aturujos", quer dizer, dar certos gritos de alegria quando se acompanha uma cantiga ou quando se está de troula (farra); "assustar", "amedrontar", "acanhar"; "amolgar", "amachucar" (Br.).

terça-feira, outubro 22, 2013

não ter papas na língua (Pt., Gz. e Br.)

a expressão "não ter papas na língua" refere-se a "falar sem rodeios", a "dizer tudo o que se sabe ou se pensa a respeito de alguém ou de alguma coisa".

domingo, outubro 20, 2013

saravá! (Br.)

ligado aos rituais de candomblé e umbanda, com especial centração em Salvador da Bahia, é um fonema místico, uma palavra entusiasta, de conotação positiva, portanto. Vinícius de Moraes usava-a como "salvé!", "viva!". há quem diga que é a pronúncia de "salvar!"/ "salvá!", dos escravos negros de idiomas bantos.

terça-feira, outubro 15, 2013

resma (Pt., Gz. e Br.)

"resma" (nom. fem.), do árabe rizma ("fardo"), é uma medida tradicional que se refere à quantidade de 20 mãos de papel (24 folhas), correspondentes a 480 folhas, agora conhecida como "resma curta". a medida foi padronizada internacionalmente em 20 mãos de 25 folhas, pelo que a resma atual contém 500 folhas de papel.

terça-feira, outubro 01, 2013

"ter a ver" e "ter a haver"

estas duas expressões aparecem cada vez mais confundidas na fala urbana de uma certa classe média pseudo-intelectual. mas, na realidade, "não têm nada a ver" uma com a outra.
"ter a ver" significa "ter uma relação causal com", "estar relacionado com";
por sua vez, "ter a haver" significa "ter a receber", "ter em crédito".
exemplos:
o João entregou 5000 euros para pagar uma conta de 4500 euros; logo, "tem a haver" 500 euros.
o João "não tem nada a ver" com o caso do assalto ao banco.


claro é.

sábado, setembro 28, 2013

roufenho (Pt., Gz. e Br.)

"roufenho" (adj.) é aquele que fala pelo nariz, o que tem uma voz nasalada; fanhoso, fanho; rouco, afónico.

quarta-feira, setembro 25, 2013

crica (Pt. e Gz.) e não "carica"

"crica" (nom. com. fem.) é o nome por que se designa a concha de alguns moluscos. é também uma forma de designar a vulva, seja ela a da mulher ou de qualquer fêmea dos mamíferos.
os rapazes do meu tempo de escola gostavam de jogar a "crica", um jogo em que se impulsionava com o dedo médio, solto repentinamente de debaixo do polegar, uma cápsula de garrafa de cerveja ou refrigerante, por forma a tocar noutras dos outros jogadores. à crica também lhe chamavam "concha" ou "conchinha", indicando claramente que a origem da palavra tinha a ver com a semelhança da dita cápsula com as conchas de amêijoas ou aparentadas.






não se sabe por que carga de água, de há uns tempos para cá, a "crica" começou a designar-se nos meios de comunicação social, sobretudo na televisão, por "carica", palavra que não tem qualquer ponta por onde se lhe pegue. não passa de uma forma epentética pseudoerudita que talvez pretenda, pudicamente, fugir ao significado erótico-sexual da segunda aceção da palavra, coisa que nos tempos que correm é muito inconveniente, apesar de vivermos na maior liberdade de costumes.

em Freixiel, Vila Flor, distrito de Bragança, existe uma fonte, que brota desde o início do outono ao final da primavera, a qual, pela sua peculiar localização e forma, na abertura de um enorme penedo, é conhecida por "Fonte da Crica da Vaca".


nota: já me referi, de forma mais abreviada, a esta palavra numa postagem publicada aqui em 4 de setembro de 2009.