escritas e falares da nossa língua


domingo, março 16, 2008

loja

quando eu era pequenito, havia ao lado da casa da minha avó materna uma mercearia, aquilo a que hoje se chama um mini-mercado.
tal como acontecia na família da minha mãe, o dono da loja tinha relações próximas com o Brasil e trouxera de lá um papagaio bem treinado.
assim que alguém se chegava pra entrar no estabelecimento, logo o louro palrava, alto e bom som:
- ó António, anda à loja!
o António vinha, aviava o cliente, e assim que o cliente tinha a compra na mão, logo o papagaio refilava:
- pagar que não esqueça!

hoje, por influência castelhana, os galegos usam mais o termo "tenda". ver Comentário de Maria B.

"loja" (subst. fem.) significa "estabelecimento de comércio"; "parte baixa da casa destinada a armazém e arrumos"; "cada uma das associações maçónicas de base"

há tamém a variante "loje", de uso popular.

9 Comments:

  • "Quem tem tenda que a atenda e se nom que a venda!" :P
    Na aldeia de meu pai há uma família que tem o o alcume de "os lojas" (todas as famílias tenhem o seu próprio alcume, imagino que aí tb é assi), quando lhe perguntei de onde é que viria esse nome, dixo-me que era porque tinham umha tenda.
    Nom está tam perdido como parece, eh ;)

    By Blogger La queue bleue, at 1:34 da tarde  

  • pois, mas o António tinha o louro...
    alcumes ou alcunhas é o que mais há. bom, já houve mais do que há hoje. eram os "ratos", os "fanecas", os "piscos", os "manetas", os "vintóito", eu sei lá. algumas alcunhas foram adoptadas como sobrenome e perduram. outras desapareceram porque não eram do agrado de quem as tinha;)
    quanto aos "lojas", é bom que os galegos ainda saibam que "tenda" é o mesmo que "loja". fico contente.
    "loja" é mais próprio de povos sedentários como nós, enquanto que "tenda" ajusta-se melhor aos beduínos...a quem não tem um lugar de seu para morar.
    e esta?...
    ...............................
    nota: em Portugal existe o sobrenome "Loja", que, com toda a probabilidade, começou por ser alcume (alcunha).
    ...............................

    um biquinho

    By Blogger o viajante, at 4:22 da tarde  

  • Umas dúvidas nunca resolvidas:

    Há qualquer relação entre 'loja' e o galego 'lonxa'?

    Refere-se 'lonja' a um local de compra e venda de peixe e marisco, ou a que os produtos vendidos chegavam de terras 'long-inquas'?

    É 'Ultramarinos' outro vocábulo ligado àqueles?

    Espero saiba me desculpar o pacote de interrogantes. Mas as suas anotações são sempre sugestivas.

    By Blogger Calidonia, at 6:28 da tarde  

  • :) Sim senhore, tal como aqui. Mesmo há uns ratos na minha vila!
    (Também nao admira que saiba, nós moramos relativamente perto da fronteira.)
    E aí, para falar de um home ou de uma mulher, também se usa o nome de algum parente? Tipo: o Joaquim da Balbina (a mulher), o José da Luísa (a mae) ou assim? [o Martim/Martinho da Marisol seria o meu irmao ;)]

    By Blogger La queue bleue, at 6:29 da tarde  

  • Ui, que só reparei agora que antes n expliquei tudo: a Marisol seria a minha mae.

    By Blogger La queue bleue, at 6:52 da tarde  

  • tal como aqui. "Joaquim da Balbina", o "José da Luísa", o "Quim da Rosinha". parece que estou a vê-los!
    é sempre o filho da mãe ou o home da mulher. sociedades matriarcais, estas!

    hoje, Martim é um nome frequente por cá (é até chique). Marisol é que não. cheira logo a castelhano. mas pronto, ninguém é perfeito...

    By Blogger o viajante, at 7:30 da tarde  

  • a Calidonia:
    duas perguntas de se tirar o chapéu. vai obrigar-me a estudar...

    By Blogger o viajante, at 7:32 da tarde  

  • para Calidonia:
    penso que "loja" se relaciona com o verbo "alojar", com o substantivo "alojamento" e com o verbo "alugar" ("arrendar" e "emprestar a juros"). se assim for, "loja" estará relacionada com o latim "locus", de loco, locas, locavi, locatum,
    tendo, pois, um significado
    relacionado com "estabelecer". "dispor", "alugar", "arrendar", "adjudicar", "assentar arraiais".
    quanto a "ultramarinos", o termo ou verba define um negócio no ramo de produtos oriundos de além-mar (África, Índia, América).

    By Blogger o viajante, at 9:50 da tarde  

  • Loxe, no dicionário de Franco Grande, editado no 1968, vem.
    Eu ainda nom a ouvim.

    lodge, inglês
    loggia, italiano
    loge, francês

    By Blogger O, at 11:08 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home